"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26:41)

Casas del Bosque Riesling

 


Safra: 2019

País: Chile
Região:
Casablanca

Produtor: Casas del Bosque

Site: https://casasdelbosque.cl/

Uvas/Corte: Riesling 100%

Teor alcoólico: 13,5%
Preço: R$ 140 a 180 (preço nas importadoras e lojas especializadas de vinhos)

Score:  93 pontos Tim Atkins (2018); 91 pontos DS (2019); 91 pontos AD; 90 JS (2019)

Prêmios:

Medalha de Ouro no Global Riesling Masters 2020

Onde Comprar:

1. Vinum Day 

2. Meu Vinho 

3. Loja FamigliaValduga 

Degustado: 14/11/2021. @Gracinha; @Camila Glenia 

Sugestão de Harmonização: como aperitivo, queijos frescos e moles, peixes e crustáceos, hortaliças, legumes, risotos, comida asiática. Degustado com Homage&Crevette Glatin au Sauce Mornay

Serviço:  8 a 10ºC

Comentários
Um dos principais produtores na região de Casablanca é a vinícola Casas del Bosque, fundada em 1993 pela família Cúneo. Localizada no "baixo Casablanca” (região mais fria, com a máxima ficando entre 21 e 24 graus e com nível de insolação menor), a Casas del Bosque lançou seus primeiros rótulos em 1998 e logo se tornou conhecida pela qualidade de seus vinhos. O CASAS DEL BOSQUE RIESLING 2019, especialidade da vinícola, apresenta um delicioso estilo da cepa, aliando suculência e frescor. Produzido em uma das regiões mais prestigiadas do Chile, destaca-se pela acidez vibrante e pela textura tensa e cremosa.” Revista Adega

“A Riesling é uma das principais e melhores variedades brancas do mundo. Pelo enorme número de sinônimos o qual é conhecida, especula-se que seja uma das mais antigas castas da Alemanha - onde expressa seu melhor potencial. Apesar de ser pouco cultivada na América do Sul (onde muitas vezes é erroneamente nomeada - existem muitos exemplares de Rieslings na Serra Gaúcha, porém quase todos da casta italiana Riesling Itálico, que na verdade é um sinônimo da croata Grasevina, também conhecida na Alemanha como Welschriesling, a qual não tem nenhuma relação com a original Riesling alemã), existem locais que vêm apresentando resultados mais do que satisfatórios - como no caso do Valle de Casablanca no Chile. O Casas del Bosque Reserva Riesling impressionou nossos sommeliers que o compararam com bons exemplares da Alsácia! Também conquistou o paladar de Patricio Tapia que lhe concedeu 91 pontos no guia Descorchados e do Master of Wine Tim Atkin, com 93 pontos. Um detalhe curioso é a adição de uma pequena quantidade de vinho Late Harvest na sua finalização”. Vinum Day

Sugestão de Guarda:  ± 10”.

Meus comentários:

Um Riesling que surpreendeu  pelos aromas, sabor e persistência na boca. Frutado notas cítricas, frutas brancas maduras (pera, pêssego), leve casca de lima e toque mineral.

Avaliação: Muito Bom   

La Ruta del Sacrificio


 Safra: 2006

País: Chile
Região: Valle de Cachapoal

Produtor: Viña Tremonte

Site: http://www.tremonte.cl/

Uvas/Corte: 60% Cabernet Sauvignon, 30% Syrah e 10% Carménère

Teor alcoólico: 14%
Preço: R$ 170 a 180 (preço nas importadoras e lojas especializadas de vinhos)

Score:  4,0 Vivino

Prêmios:

Onde Comprar:

1. Vinum Day https://www.vinumday.com.br/

Degustado: 30/10/2021 avec @Silvio Walerio; @Karine Glenia; @Camila Jales

Sugestão de Harmonização: Carnes carnes de gado e caça assadas na brasa ou no forno, massas com molhos condimentados, queijos duros e embutidos em geral

Serviço:  16 a 18ºC

Comentários
"A Viña Tremonte está inserida nas encostas inclinadas do monte Rekewa, no extremo sul do Valle del Cachapoal.

É comandada pelo enólogo (e também astrônomo) britânico Ian Hutcheon, que ficou famoso após elaborar um vinho que amadurecia junto a pedaços de meteorito. Os solos rochosos da região dão origem a videiras que produzem poucos (e concentrados) frutos.

O La Ruta del Sacrifício é o ícone do produtor, um vinho repleto de história e simbolismo.

Começamos pela garrafa singular, cujo rótulo é feito de tecido e a capsula de cera. Após elaborado, é colocado em uma caixa de madeira e enterrado nas encostas do Monte Tunca (local do primeiro assentamento humano no Chile). Isso ocorre no dia do equinócio de outono, como um sacrifício dos Incas. Lá ele permanece envelhecendo até que esteja pronto para ir ao mercado.

O resultado é um vinho de meditação, que mostra sinais de um amadurecimento muito consistente.” Vinum Day

Sugestão de Guarda:  ± 2023

Meus comentários:

Este vinho chama atenção logo de início pelo rótulo feito de pano e capsula de cera em uma garrafa bordalesa. Coloração vermelha com leve halo atijolado. Aromas terciários presentes (terra, couro, café e charuto), taninos ainda presentes e suaves, boa acidez, na boca chocolate, frutas vermelhas maduras (principalmente ameixa notas de figo seco), um vinho diferenciado em todos os sentidos. 

Avaliação: Muito Bom

Centine Banfi


 Safra: 2016

País: Italia
Região: Toscana IGT

Produtor: Castello Banfi

Site: : https://www.castellobanfiwineresort.it/pt

https://www.banfi.it/it/

Uvas/Corte: 60% Sangiovese, 20% Cabernet Sauvignon e 20% Merlot

Teor alcoólico: 13,5%
Preço: R$ 129 a 180 (preço nas importadoras e lojas especializadas de vinhos)

Score:  90 pontos WS (2017); 90 pontos JS (2017); 3,8 Vivino;

Premios:

- 94 pontos (Best of Class) - Los Angeles International Wine Competition | Medalha de Ouro

- Dan Berger´s International Wine Competition | 92 pontos

- Critics Challenge International Wine & Spirits Competition | Medalha de Ouro

Onde Comprar:

1. Vinum Day   

2. World Wine  

3. Le Petit Sommelier   

Degustado: 09/05/2021 
Sugestão de Harmonização: Massas com molho à base de carne, como bolognesa, carnes vermelhas ou caça grelhadas ou assadas, embutidos e queijos de média maturação.

Serviço:  16-18ºC

Comentários
"Castello Banfi, um dos melhores e mais respeitados produtores da Toscana. Fundada em 1978 pelos irmãos norte-americanos John e Harry Mariani e com a expertise de um dos melhores enólogos italianos – Ezio Rivella, a empresa construiu sua reputação ao longo dos anos. No início da década de 80, destacou-se pelo trabalho de seleção clonal da Sangiovese, que depois de anos de estudos com cerca de 650 amostras, finalmente em 1992 chegou a quatro clones cujas características de um complementa a de outro, escolhidos para as particularidades únicas dos solos de cada vinhedo. 
A Wine Enthusiast e a Wine & Spirit já a premiaram como “Vinícola do Ano”, e diversas literaturas, como a Bíblia do Vinho de Karen MacNeil e o Atlas Mundial do Vinhos de Hugh Johnson e Jancis Robinson, a citam dentro dos “melhores produtores de Montalcino” e “vinícolas a conhecer na Toscana”.Genericamente, os vinhos elaborados na Toscana que não se enquadram em nenhuma D.O.C. e levam em sua composição variedades “intrusas” (leia-se como francesas internacionais, como Cabernet Sauvignon, Merlot, Petit Verdot, etc), são chamados de Supertoscanos. O Castello Banfi Centine Rosso é um supertoscano composto por 60% de Sangiovese, 20% de Cabernet Sauvignon e 20% de Merlot, resultado de uma colheita exclusivamente manual e uma vinificação tradicional finalizada com um breve amadurecimento em barricas de carvalho francês.” Vinum Day

Sugestão de Guarda:  ± 2028

Meus comentáriosSugiro decantar por 30 minutos. Uma assemblage elegante, nas proporções certas, tornando esse vinho fácil de beber, saboroso e convidativo para mais uma taça. Coloração rubi, notas de frutas vermelhas maduras, um certo defumado e baunilha. Corpo médio, taninos presentes mas domados, no palato mostra boa acidez, frutas vermelhas, e notas de especiarias, com um final médio.

Avaliação: muito bom   

Yali Reserva Wetland Pinot Noir

 


Safra:
2015

País: Chile

Região: Valle de Casablanca

Produtor: Viña Ventisquero

Site: https://www.ventisquero.com/home.php

Uvas/Corte: 100% Pinot Noir

Teor alcoólico: 14%

Preço: R$ 66 a 85 (preço nas importadoras e lojas especializadas de vinhos)

Score:  3,5 Vivino;

Onde Comprar:

1. Familia Valduga 

2. Vinhos Mundi

Degustado: 24/12/2020 

Sugestão de Harmonização: Bacalhau às natas, Filé na chapa e Lasanha de berinjela

Serviço:  14 a 16ºC

Comentários
"A linha Wetland Reserva é fruto da perfeita integração entre tecnologia e respeito ao meio ambiente. As notas frutadas harmonizam com as nuances da passagem por barricas francesas e americanas. Os vinhos são equilibrados, com taninos maduros e acidez equilibrada"

Prêmios:

Sugestão de Guarda:  ± 5 anos.  

Meus comentários:

Coloração vermelho rubi, aroma de frutas vermelhas, negras, notas florais. Macio, frutado, notas amadeiradas com um bom final de boca.

Avaliação: Bom

Obstinado Rose

 


Safra:
2019

País: Chile

Região: Quebrada del Pulgar, Valle de Casablanca

Produtor: La Recova

Site: https://larecovawines.com/ (em construção)

Uvas/Corte: 100% Sauvignon Blanc

Teor alcoólico: 14%

Preço: R$ 100 a 826 (preço nas importadoras e lojas especializadas de vinhos)

Score:  3,8 Vivino;

Onde Comprar:

1. Vinum Day

Degustado: 24/12/2020 

Sugestão de Harmonização: culinária tailandesa, japonesa e mediterrânea, camarões, lagostins, salmão, massas ou risotos com frutos do mar, além de sobremesas a base de frutas como um cheesecake.

Serviço:  8 a 10ºC

Comentários
"Ripasso de Sauvignon Blanc: o suco da Sauvignon esperou frio até a Syrah acordar, para inocular uma fermentação frenética entre os dois, o que traz não só cor, mas aromas de morangos, framboesas, granadinas e cerejas, misturando-se com o maracujá. Isso gerou um explosão de aromas que finalmente se transformam em uma cereja doce, que a bruxa, antes de entregar à sua próxima vítima, perguntará ao seu espelho: há algum outro Rosé mais sedutor que este?" Vinum Day

Prêmios:

Sugestão de Guarda:  ± 5 anos.  

Meus comentários:

Este rose demi-sec inovador e desafiador. É um ripasso de uvas 100% Sauvignon Blanc que passou por casca de Syrah, que lhe deu coloração e alguns aromas. Outra peculiaridade deste vinho, o produtor é o brasileiro David Giacomini, proprietário da Bodega La Recova, que tem o reconhecimento de críticos como Tim Atikins, Patricio Tapias (Descorchados) e James Suckling como um dos melhores Sauvignon Blanc do Chile. Coloração rosa intenso, aromas de flores, frutas, saboroso trazendo na boca uma explosão de frutas (vermelhas e brancas) e uma doçura residual, com um final persistente. Fácil de beber, encantou a todos.

Avaliação: Muito Bom