"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26:41)

VINHO PARA CELEBRAR

Antes consumido apenas em ocasiões festivas os espumantes estão cada vez mais presentes nos nossos encontros festivos , com amigos, jantares, almoços e como aperitivo, na beira da piscina e até na praia. Por isso vamos falar sobre os mais conhecidos ao redor do mundo.

Vamos começar pelo mais famoso, o CHAMPAGNE, só pode ter esse nome os produzidos na França na região que leva o mesmo nome, além disso somente pode ser produzido pelo método tradicional (champenoise) e a partir das uvas tintas Pinot Noir, Pinot Meunier e da branca Chardonnay.
Outro que vem da França é o CRÉMANT, espumante produzido nas regiões de Borgonha, Limoux e Loire, entre outras, respeitando as especificações de cada uma das AOCs (Appellation d’Origene Contrôlée), feito também pelo método tradicional.
PROSECCO, só recebe esse nome os espumantes produzidos nas cidades de Connegliano ou Valdobbiadene (Vêneto, Itália), elaborado pelo método Charmat e com as uvas da casta Prosecco.
ASTI, espumante meio doce (demi-sec) e com baixa graduação alcoólica (6 a 7%) elaborado com uvas Moscato na cidade de Asti, Itália.
FRANCIACORTA, produzido pelo método tradicional a partir de uvas Chardonnay e Pinot Blanc, com 15% de Pinot Noir, nas colinas de Brescia na Lombardia, Itália.
CAVA, espumante espanhol, na sua maioria produzido pelo método tradicional na região da Catalunha, com as uva Macabeo, Xarel-lo, Parellada e Chardonnay.
SEKT, espumante alemão, na grande maioria feitos pelo método charmat, podendo ser produzidos por uma variedade de uvas e até mesmo utilizando-se vinhos base vindos de fora da Alemanha, desde que o processo de segunda fermentação ocorra em território alemão.
ESPUMANTE, no Brasil, que vem se firmando cada vez mais, e mostrando uma aptidão do nosso terroir, ganhando vários prêmios nos concursos especializados, pode ser produzido pelo método tradicional e charmat, com diversas tipos de uvas, e boa qualidade.
A qualidade dos espumantes produzidos no Brasil já esta comprovada, inclusive é considerado o segundo melhor do mundo, em número de medalhas.
Postar um comentário