"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26:41)

DIA DO MÉDICO

"Parabéns! Àqueles que com habilidade, lucidez, compreensão e correção nas atitudes, podem aliviar ao menos uma parte do sofrimento de seus semelhantes".
O dia 18 de outubro foi escolhido como dia dos médicos¹ por ser o dia consagrado pela Igreja Católica a São Lucas. Segundo a tradição, Lucas era médico, além de pintor, músico e historiador, e teria nascido e estudado medicina em Antióquia.Ele não era hebreu e sim gentio, como era chamado todo aquele que não professava a religião judaica. Não há dados precisos sobre a vida de Lucas. Não há provas documentais, porém há provas indiretas de sua condição de médico. A principal delas nos foi legada por Paulo, na epístola aos colossenses, quando se refere a "Lucas, o amado médico" (4:14). Foi grande amigo de Paulo e, juntos, difundiram os ensinamentos de Jesus entre os gentios. A escolha de Lucas como patrono dos médicos nos países que professam o cristianismo é bem antiga. Eurico Branco Ribeiro, renomado professor de cirurgia e fundador do Sanatório S. Lucas, em São Paulo, é autor de uma obra fundamental sobre Lucas, em quatro volumes, totalizando 685 páginas, fruto de investigações pessoais e rica fonte de informações sobre o patrono dos médicos. Nesta obra, intitulada "Médico, pintor e santo", o autor refere que, já em 1463, a Universidade de Pádua iniciava o ano letivo em 18 de outubro, em homenagem a São Lucas, proclamado patrono do "Colégio dos filósofos e dos médicos". A escolha de São Lucas como patrono dos médicos e do dia 18 de outubro como "dia dos médicos", é comum a muitos países, dentre os quais Portugal, França, Espanha, Itália, Bélgica, Polônia, Inglaterra, Argentina, Canadá e Estados Unidos. No Brasil acha-se definitivamente consagrado o dia 18 de outubro como "dia dos médicos"

ORAÇÃO DO MÉDICO
Senhor,
Tu és o grande médico
Ajoelho-me diante de ti,
Já que tudo que é bom
Vem de ti, eu te peço:
Habilidade para as minhas mãos,
Lucidez para o meu espírito e
Compreensão para meu coração
Afasta do meu coração
A cobiça e a mesquinhez,
Dá-me a correção nas atitudes e
Força para poder aliviar
Ao menos uma parte
Da carga de sofrimento,
Dos meus semelhantes,
Dá-me a graça de compreender
O privilégio que tu me concedes
Dá-me a graça de confiar em ti
Com fé simples de uma criança.
Amém.

SER MÉDICO²
Ser Médico...
aliviar sofrimentos
penetrar fundo nos tormentos
da humanidade
Ser Médico...
dar de si profundamente
sentir a dor do doente
compreender a sua sorte
é se doar por inteiro
é romper o nevoeiro
que separa vida e morte
Ser Médico...
uma vida a dar vidas
a mão que cura feridas
a palavra que conforta
o olhar compadecido
ele é sempre o amigo
que ao bater lhe abre a porta
Ser Médico...
é infundir confiança
ao velho, ao jovem, à criança
é ser de Deus o instrumento
dando alívio à dor alheia
tecer fibra a fibra uma teia
seguindo o seu juramento
Ser Médico...
é ter na mão a leveza
agir com delicadeza
é ver em cada criatura
o pai, a mãe, o filho, o parente
para que seu trabalho apresente
o dom verdadeiro da cura
Ser Médico...
é empreender com carinho
conhecer e traçar seu caminho
sem jamais pensar no tédio
comprimidos não resolvem
nem diplomas se devolvem...
é uma paixão sem remédio!!!
1 Fonte: Joffre M. de Rezende - http://usuarios.cultura.com.br/jmrezende
2 Poesia de autoria da Drª. Murita L. da Cruz Rios Sampaio, em homenagem ao dia do médico - 18 de outubro

Postar um comentário