"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26:41)

Amalaya



Safra: 2010
País: Argentina
Região:
Salta - Alto Valle Calchaquí
Produtor: Bodega Amalaya (Colomé)
Site:
http://amalaya.com/vinedos_y_bodega.html
Uvas/Corte: 75% Malbec, 10% Cabernet Sauvignon, 10% Syrah e 5% Tannat
Teor alcoólico: 14%
Preço: U$ 9; R$ 53 (preço nas importadoras e lojas especializadas de vinhos)
Score: 89 pontos WS; 88 pontos ST
Onde comprar:
1-Vinhedos Natal, RN
 2- Decanter    http://www.decanter.com.br/
 Degustado: 29/03/2013
Harmonização: churrasco, grelhados, Magret de Canard,
Serviço:  16º
Comentário Produtor
Vinhedos cultivados biodinamicamente, irrigação por gotejamento. Colheita manual em março. Fermentação alcoólica lenta a baixas temperaturas, com leveduras selecionadas, com maceração de 25-30dias. A malolática foi realizada em barricas francesas para 50% do vinho, o restante em inox. Clarificação com claras de ovos da granja biodinâmica da Colomé.
Prêmios:
Sugestão de Guarda: beber
Meus comentários:
A bodega Colomé pertenceu às famílias Isasmendi-Dávalos ao longo de 170 anos. Em 1969, a família Rodó adquiriu a estância e adega, e a conservou durante 13 anos. Raúl Dávalos, descendente direto da família Isasmendi-Dávalos, recuperou a antiga granja da família no ano 1982 e a conservou até que o Grupo Hess a adquiriu em 2001. Amalaya significa “esperança de um milagre” na língua indígena. O vinho passa 12 meses em barricas de carvalho francês, 20% novas e o restante de segunda passagem.
Coloração rubi escuro. Aromas frutado, madeira tostada. No palato profusão de frutas vermelhas maduras, notas de chocolate, taninos suaves, com um final persistente.
Avaliação: Bom     
                                      
Postar um comentário