"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26:41)

Pera Manca Tinto

Safra: 2007
País: Portugal
Região: DOC Alentejo – Évora
Produtor: Fundação Eugênio Almeida
Uvas/Corte: Aragonez (ou Tempranillo, é uma casta de uva tinta, originária do norte da Espanha, também muito cultivada em Portugal, onde é geralmente conhecida como Aragonez, ou Tinta Roriz na região do Douro. É uma casta muito adaptável a diferentes climas e solos, por isso o seu cultivo tem aumentado e alargado para as regiões do Dão, Ribatejo e Estremadura. As condições ideais de cultivo são os climas quentes e secos, para que a produção seja menor e os bagos mais concentrados. Esta casta origina vinhos de elevado teor alcoólico, de baixa acidez e indicados para envelhecer, sendo muito resistentes à oxidação. Leva este nome da palavra espanhola temprano, que significa cedo, e sua maior vantagem é que amadurece logo. Mostra o seu melhor quando acrescentada a outras variedades, e Trincadeira (é uma casta de uva tinta, cultivada essencialmente no Alentejo, na região do Douro e no Ribatejo. É também conhecida por Trincadeira Preta (Alentejo e Ribatejo), Tinta Amarela (Douro e Trás-os-Montes), Mortágua (Torres Vedras e Alenquer), Preto Martinho (Arruda e Bucelas), Espadeiro ou Murteira (Setúbal), Crato Preto (Algarve) e Castiço (Aveiras de Cima). É uma casta de bago pequeno/médio e uniforme, de forma arredondada e de cor preta-azulada. Os vinhos produzidos por esta casta adquirem um sabor forte e um aroma a frutos e vegetais).
Teor alcoólico: 14%
Preço: € 115; U$ 81; R$ 450 a 650 (preço nas importadoras e lojas especializadas de vinhos Europa, EUA e Brasil)
Score: 93 pontos (2005) WA (Mark Squires); 92 pontos (2003) WE; 91 pontos (1998) ST; 16,5 pontos (2005) Revista de Vinhos
Prêmios:
Onde comprar:
Degustado: 22/03/2011
Harmonização: bacalhau em receitas mais estruturadas. carnes de caça, carnes assadas com molhos encorpados.
Serviço: 17º a 18º
Comentários
Pêra-Manca é a marca que a Adega Cartuxa destina aos vinhos de excepção. Produzido a partir das castas Aragonez e Trincadeira, cuidadosamente colhidas e seleccionadas. As uvas são provenientes de talhões seleccionados das vinhas com mais de 25 anos, nos quais a maturação ocorre suavemente sem stress hídrico exagerado, mantendo as potencialidades aromáticas e de extracto próprio das castas.
Sugestão de Guarda: beber/guarda até ± 2026
Meus Comentários:
O tinto português Pêra-Manca, apesar do nome insólito (que significa pedra manca, ou oscilante, uma característica de uma formação granítica de blocos arredondados soltos sobre uma rocha firme). Estagia 18 meses em tonéis de madeiras com mais de 50 anos e capacidade de 3.000 litros e 24 meses em garrafa nas caves do Convento da Cartuxa. Aroma frutado (frutas negras maduras, principalmente ameixa), madeira, notas vegetais e tabaco, na boca elegante, encorpado, alia frescor à qualidade dos taninos presentes mas não agressivos, notas de frutas em compota, chocolate, e um final persistente. Um vinho que tem muito a mostrar com a guarda. Sugestão: decantar.
Avaliação: muito bom

Postar um comentário