"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26:41)

Michel Gonet Blanc de blancs Gran Cru


Tipo: Blanc de blancs
Nível: champagne
Classe: Brut
País: França
Estilo: NV
Método: champenoise
Graduação alcoólica: 12%
Preço: U$ 25-43; £25; R$ 166-330 (preço nas importadoras e lojas especializadas de vinhos USA-UK-BR).
Uvas/Corte: Chardonnay 100%
Produtor: Michel Gonet
Região: Cote de Blancs: Oger and le Mensnil sur oger (Champagne)
Site: http://www.gonet.fr/
Score: N/A
Onde comprar:
1. Vitis Vnifera
Degustado em: 06/02/2010
Sugestão de Harmonização: para aperitivo, coquetéis, lagostas e vieiras ao natural
Serviço: 7 a 9º C
Sugestão de Guarda:
Prêmios:
1. Um dos três melhores Champagne no Brasil: Revista Gula Fevereiro 2007
2. Medalha de Ouro: Concours Général de Mâcon 2001
3. Medalha de Ouro: Concours Général de Mâcon 2002
4. Medalha de Ouro: Concours International Vinexpo 2003
Meus comentários:
Os vinhos e champagnes do renomado grupo francês Michel Gonet et Fils chegaram ao Brasil em dezembro 2005.
A história da família com os vinhos, começou na Champagne aonde a Maison Gonet foi criada em 1802. Em 1973 Michel Gonet modernizou as instalações. As videiras são plantadas em 40 hectares ao redor de Avize, nas “Côtes de Blancs”, feudo dos mais prestígiosos “Grands Crus” de Champagne. O solo, exclusivamente calcário, confere qualidades excepcionais aos vinhos. A “Cote des Blancs” beneficia-se de um clima também excepcional: Protegida por morros dos ventos frios vindo do Norte, encostas expostas ao este e salva das chuvas do vale.
Esse clima perfeito casado com o solo excepcional permite aos champagnes Gonet de fazer parte do seleto grupo dos Grands Crus e de ter um reserve e um rosé reconhecidos pelas suas qualidades.
Este champagne é uma assemblage de uvas Chardonnay, originárias das melhores videiras da Côte des Blancs situadas em Oger e em Le Mesnil sur Oger. Amarelo dourado, límpido, perlage fina e persistente nariz lembrando frutas secas, pão e especiarias. Na boca, profundo, amplo, conduzindo à sabor de amêndoas, coco queimado e retrogosto frutado
Avaliação: muito bom
Postar um comentário