"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26:41)

Vinha Grande


Safra: 2003
País: Portugal
Região: Cima-Corgo, junto ao Pinhão (Qta. Seixo, Qta. Porto, Qta. Caêdo e vinhas vizinhas), e no Douro Superior junto a Barca d\'Alva, incluindo a Quinta da Leda Produtor: Casa Ferrerinha (Sogrape)
Site: http://www.sogrape.pt/marcas/4/gama/1362
Uvas/Corte: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca e Tinta Roriz
Teor alcoólico: 13,5%
Preço: U$ 16,5; €$ 15,00, R$ 77 (preço nas importadoras e lojas especializadas de vinhos USA-BR)
Score: Wine Spectator: 87 pontos (2003) 88 (02), Wine Advocate (Robert Parker): 86 pontos (2001)
Onde foi comprado: Magazzino
Data compra: 28/08/2008
Degustado em: 28/08/2008
Harmonização: acompanha muito bem pratos da cozinha tradicional portuguesa, uma variedade de carnes, queijos e massas.
Serviço: 15-17º
Comentário Produtor
Apresenta-se com uma bela cor vermelho ruby. Os aromas, intensos, são dominados por frutos vermelhos maduros (groselha, cereja e amora), notas florais (violeta), madeiras exóticas (pau preto) e especiarias (pimenta e canela). Este conjunto reflecte o equilíbrio resultante da complexidade da elaboração, da maturação em madeira de carvalho e da evolução em garrafa. Na boca, é um vinho muito equilibrado, com a acidez habitual dos vinhos do Douro, bem envolvido na sua estrutura. Intenso e de perfil bem característico, é um vinho persistente, com um final elegante.
VINHA GRANDE TINTO segue a sua maturação ou \"elevage\" durante cerca de um ano em vasilhas de madeira de carvalho novo, de 225 litros de capacidade. O lote final é elaborado com base na selecção qualitativa das inúmeras provas, que permitem escolher os melhores vinhos, vasilha a vasilha, casta a casta. O lote final tem uma ligeira filtração antes de engarrafamento. Com o tempo, podem formar-se sedimentos. Está num ponto ideal após 6-7 anos de garrafa e pode evoluir longamente. Manter deitado, em local seco e fresco
Sugestão de Guarda: Está num ponto ideal após 6-7 anos de garrafa e pode evoluir longamente. Manter deitado, em local seco e fresco (conforme nota do produtor)
Meus comentários:
Cor vermelho rubi, frutas vermelhas maduras, baunilha, vinho equilibrado, com uma certa acidez que não compromete (parece ser uma característica dos vinhos do Douro), persistente, com um final elegante.
Avaliação: Muito Bom
Postar um comentário