"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26:41)

ARMAZENAMENTO DO VINHO

O vinho é uma bebida viva, a qual se transforma com o tempo, em condições ideais de repouso. A garrafa deve permanecer na posição horizontal, para que ele possa desenvolver todas as suas potencialidades, tais como, afinar os aromas e arredondar os sabores. Para uma acomodação adequada do vinho, é preciso evitar: calor; mudanças bruscas de temperatura; luz; trepidação; baixa umidade; odores estranhos.

A temperatura ideal varia entre 11ºC e 15ºC. É importante que o local de armazenamento, não seja muito seco, pelo menos 70% de umidade relativa do ar, seria conveniente. Um canto debaixo de uma escada, um armário, não muito usado, enfim qualquer lugar quieto e fresco, longe de odores, como produtos de limpeza, será conveniente, mas não o ideal.

A melhor solução, para quem tiver espaço, é construir uma adega climatizada em casa. Porém, no mercado há várias opções de adegas portáteis, que mantêm a temperatura e umidade ideais para se guardar os vinhos.

Também é aconselhável ter uma ordem em seu armazenamento. Coloque os brancos em um setor e os tintos em outro. Subdivida-os segundo sua origem geográfica, anos de colheita, ou utilize uma ordem alfabética. Um aspecto importante é deixar o mais afastado possível, os vinhos que tem potencial de guarda, como os tintos superconcentrados de grandes colheitas como as de 1997, 1999, 2001, 2002 ou 2005. Importante anotar a data que adquiriu, comentário resumido de degustação, para que mais tarde (meses, anos), podermos comparar sua evolução, e discutir sobre o vinho na época, e como ele estará quando o abrirmos.



Postar um comentário