"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26:41)

Aromas

AROMAS
Definição:
aroma . [Do gr. aroma, pelo lat. aroma.] S. m.
1. Odor agradável de certas substâncias animais, vegetais, químicas, etc.; perfume, fragrância.
2. P. ext. Cheiro bom e mais ou menos penetrante: Toda a casa recendia com o aroma da carne assada.
3. Essência odorífera. [Sin. ger., p. us.: arômata.]
(Dicionário Aurélio)

- As substâncias dos odores
O vinho contém numerosas substâncias voláteis capazes de se evaporarem, de deixar a superfície do copo ou da boca, e que possuem odores. São chamadas odorantes ou mais precisamente “Oenanthiques”. Elas representam o que tem de prazeroso ou desagradável no vinho. Ex.: Álcool, aldeídos, cetonas, ésteres, terpeteno entre outras.
- Famílias dos aromas do vinho
1- Animal
2- Balsâmico, Amadeirados
3- Químico, Etéreo, Fermentados
4- Especiarias
5- Empireuma (cheiro e sabor acres contraídos por uma substância orgânica submetida à ação de fogo violento)
6- Floral
7- Frutado
8- Vegetal
Nunca, diga que vinho tem gosto. Prefira sabor ou, ainda melhor, palato:
Também risque do seu dicionário enológico palavras como cheiro e odor - os degustadores profissionais execram essas expressões porque as consideram associadas a sensações olfativas desagradáveis. Diga Aroma, se quiser ser mais ousado, Nariz. São opções mais acertadas.



1- Animal: Aroma almiscarado proveniente de vinhos feitos com certos tipos de uvas e também da faculdade de alguns vinhos tintos concentrar cheiros fortes de carnes sendo algumas curtidas.Em geral são encontrados em vinhos evoluídos em particular dos vinhos da Bourgogne.

2- Frutado,Floral e Vegetal: Eles estão constantes, bem em evidência nos vinhos novos que nos mais velhos. É reconhecido que aromas como o das rosas, chá , flor da vinha, ou ainda cassis, framboesa, amora, morango, pêssego, ervas variadas entre outras se encontram com freqüência no leque multiodorífero e imenso da maioria dos vinhos.

3- Balsâmico, amadeirados: Adjetivo que se refere a bálsamo. Vinhos envelhecidos em barrica desenvolvem aromas de resina. Aromas oriundos da evolução dos taninos ou derivados de madeira de carvalho das barricas de envelhecimento . E de essências do tipo cânfora, cera de abelha etc...

4- Químicos, Etéreo, Fermentados: Originários no início de produtos químicos, são reflexo às vezes da composição do vinho ou da sua evolução. Eles são também reflexo da mineralidade do solo portanto do “Terroir”. Vem dos ésteres acéticos, de etílicos, de álcool superior, de ésteres de ácidos graxos; todos vindos da fermentação alcoólica Mineral, sílex, borracha, fósforo etc., Manteiga, manteiga rançosa, cerveja, brioches etc...

5- Especiarias: Esses aromas são característicos da cepa ou da região.

6- Empireuma: Nós os encontramos nos produtos queimados, assados, ou grelhados. O cacau e o café podem ser rotulados de aromas de altos valores quando eles se encontram em vinhos de grandes safras e no seus apogeus.
Postar um comentário